Resenhas

O Silêncio da Casa Fria (Laura Purcell): Um romance gótico digno de Shirley Jackson

"O Silêncio da Casa Fria" é uma narrativa cuidadosamente planejada, todos seus arcos têm o tempo certo e são desenvolvidos com atenção e sem pressa.

Quando Elsie perdeu o marido apenas algumas semanas após o casamento, achou que já tinha sofrido o suficiente para uma vida inteira. Praticamente sozinha em uma casa enorme e isolada, ela jamais imaginou que os companheiros silenciosos ― painéis de madeira que imitavam pessoas em atividades cotidianas ―, um dia, seguiriam seus movimentos com os olhinhos pintados. Muito menos que eles apareceriam por conta própria em cômodos aleatórios…

A morte, uma vez concebida, era voraz. Levara tudo consigo.

O Silêncio da Casa Fria

“O Silêncio da Casa Fria” é uma narrativa cuidadosamente planejada, todos seus arcos têm o tempo certo e são desenvolvidos com atenção e sem pressa. Nós somos lentamente introduzidos ao presente e passado de Elsie, indo de uma breve antipatia a solidariedade exatamente no tempo que a autora deseja.

É muito interessante como Laura Purcell usa de elementos da sociedade vitoriana (costumes, moda, preconceitos) para preencher a história e deixá-la não só mais viva como para amarrar certos pontos. Por exemplo, uma mulher em período de luto, não podia estar andando por aí ou recebendo visitas, isso contribuí para a atmosfera de isolamento de Elsie. Elsie tem um gancho que ela usava para tirar o vestido sozinha e o fato de isso ser coisa “de mulher da vida” (ou somente pobre) é utilizado para nos mostrar a ascensão social da personagem.

Elsie preferia ter mudado sozinha, mas não houve escolha. Ela nem sequer poderia dizer a prima de Rupert que ela possuía um gancho de botões – só prostitutas deveriam usá-los.

O Silêncio da Casa Fria

Além disso, temos o horror. A tensão e o horror vão em um crescente muito bem estruturado, começando com inofensivos barulhos no meio da noite, às figuras bizarras se movendo pela casa quando ninguém está olhando (há uma clara referência aos weeping angels de Doctor Who), até os acontecimentos mais terríveis do livro, um deles acontecendo um pouco além da metade do livro, que não apenas causa horror por si só, mas também com terrível expectativa de saber que ainda têm muitas páginas para piorar.

Eu passei o livro inteiro balançando a cabeça em negação por desespero e soltando um “misericordia” aqui e ali. É um livro muito envolvente e indispensável para amantes de literatura gótica. Fiquei com ressaca literária ao terminar o livro querendo mais, querendo mais casas mal assombradas querendo mais o sentimento clautrofóbico e desesperador que essa obra foi capaz de produzir.

Nota

Avaliação: 5 de 5.

Onde Comprar

Darkside
Amazon

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

DEVANEIOS DESCRITOS

Textos escritos por Luca Villaça

nocairdaspaginashome.wordpress.com/

Meu universo literário ao seu dispor

%d blogueiros gostam disto: